BRASIL, Sudeste, JUNDIAI, Mulher, jornalista, corinthiana, adoro animais!

 

   

    Blog da Ermã - Naty Teacher Forever
  Te dou um dado?
  Letroca
  Tutty Vasques
  ABJL - Academia Brasileira de Jornalismo Literário
  Jornal da Cidade - Jundiaí
  Jornal de Jundiaí
  Jornal Bom Dia - Jundiaí
  Rádio Cidade - Jundiaí
  TV Educativa - Jundiaí
  Bicho Legal
  Radio Coringão
  Loucos por ti
  Gaviões da Fiel
  Blog do Professor Rafael Porcari


 

 
     

      Todas as mensagens
      Oficina da Notícia
      Pequenos Reparos - Cotidiano
      O Ronco do Motor - Literatura
      Vida Rural
      Repórter Corinthiana


     

       

       


     
     
    Oficina da Mari



     
     

    E mais um campeonato começa... E mais uma vida acaba!

    E o campeonato brasileiro já começou né?! Mais um pouco seria junto com a final do paulista...

    Mas então, não tive um final de semana de descanço... Com o início do Brasileirão, aos domingos, religiosamente, vou continuar assistindo jogo do Corinthians. Não tem mais nenhum dia livre na minha agenda. As segundas são dedicadas as discussões intermináveis sobre os jogos. AS quartas, concentração. Quinta, discussão. Domingo, concentração. E assim vai. Tem que encaixar tudo isso entre 40 horas semanais de trabalho divididas em cinco dias, três horas semanais de francês (fora dever de casa), uma hora de dança e longas horas de escrevendo TCC... Ah, também tenho que dormir, comer, tomar banho e andar de ônibus. Põe duas horas de ônibus por dia, vai...

    Pelo menos no Brasileirão eu sei exatamente a hora que o jogo vai acabar. Não tem decisão por pênaltis...



    Categoria: Repórter Corinthiana
    Escrito por Marília P. G. às 21h31
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




     
     

    Sentindo culpada

    Final do campeonato. Semana toda de ansiedade...

    Hoje, sento no lugar da sorte. Sai o primeiro gol. Não estou totalmente concentrada. Vai, concentra.

    Coração dispara. Respiração curta. Passes imprecisos. Raça. Marcação. Contra-ataque. Pernas tremendo. Pernas jogando. Lábios apertados. Coração mais ainda.

    Segundo gol. Desespero. Mas ainda dá tempo... Será?

    GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL!

    Coração mais do que desesperado, batendo forte, forte, forte. Os minutos acompanham a rapidez das minhas batidas coronarianas.

    Fim...

    Choro preso... Grito mudo...

    Sou obrigada a pagar a aposta que eu havia combinado. Me levanto do lugar da sorte... Deve ser isso que deu tanto azar. Só pode ter sido isso... Nunca mais bato aposta nenhuma...



    Categoria: Repórter Corinthiana
    Escrito por Marília P. G. às 22h34
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]